quinta-feira, 9 de abril de 2009

''Alguém pode salvar essa 'diva' perdida?


*O tema da postagem é (novamente) o qto estou perturbado...No começo da semana minha irmã me levou ao hospital devido a uma 'exautão profunda' ahh isso ai é uma forma menos feia de dizer q abusei de tdas as substancias q eu pude

*Tdos os meus ''problemas conjugais'' com o Thiago tomaram uma proporção incrivel ainda mais depois do manifesto de odio dele...

*É dificil achar uma forma de ''re-começar'' já q meus amigos e parentes apelam um pouco para a ficção qdo falam de mim...Eles se dizem preocupados e esse pode ser um sinal de q aja um verdadeiro problema mesmo

*Acho q tdos meus amigos precisam de um tipo de 'totem' alguém q vá a extremos q eles mesmos não tem a coragem de seguir ou talvez eu não tenha vergonha da contemplação faminta dos meus amigos e parentes...!

*Eu sou uma droga de 'diva de papel' ou melhor uma pessoa despreparada para amar q se rende ao consumo e q sirvo a interesses de quem tem medo de ir até o fundo do poço e não retornar...Sou o exentrico...o diferente...o inusitado mas sempre previsivel sou o tipo de 'garoto apaixonado com comportamento auto destrutivo e totalmente viciado em tdo oq pode me causar uma curta sensação de prazer' assim deve ser oq pensa a sociedade capitalista sobre mim...!


''ME AMAM...P ME QUEREM SACRIFICADO!''

Um comentário:

GOO* disse...

Estar apaixonado é ter uma postura insólida, que trás todas as outras posturas sentimentais como ódio, ternura, aflição e amor, ter uma definição sentimental, é nao ter ! Identidade ideológica do ser ou não ser, confusão mental daqueles que amam, que não amam, que não tem postura, mas que têm, pois não ter definição já se está definido...
é assim a política das múltiplas identidades, do sujeito sociologico, iluminista e pós-moderno, o amor perpassa tudo e ta querendo se pós-pós-modernizar...